Search
Close this search box.

Gestão da Operação

Compartilhe este post

Operação é turbina.

Imagine um guarda-chuva, o guarda-chuva é como a Gestão Empresarial como um todo.

E cada haste são as outras partes da Gestão Empresarial.

 

Aqui na Borelli Academy dividimos a Gestão Empresarial em 4 pilares:

Pilar 1 – Gestão da Operação;

Pilar 2 – Gestão de Mercado;

Pilar 3 – Gestão Estratégica;

Pilar 4 – Gestão de Pessoas.

 

Então, vamos falar mais sobre o Pilar 1 – Gestão da Operação:

Você já ouviu falar em: – O(a) empreendedor(a) precisa sair do operacional?

O operacional é como a turbina de uma hidrelétrica ou de um carro.

No dia-a-da as coisas precisam acontecer, e precisa acontecer de forma simples, mas com profundidade.

E para isso acontecer aprendizados, habilidades, otimização precisam de fato serem reais.

O básico da Operação é entregar ao cliente o que ele(a) adquiriu e trabalhar para que ele(a) tenha a melhor experiência com essa entrega. Mas, se você analisar até aqui, fazer isso acontecer já requer que outras coisas aconteçam por trás.

Por exemplo, a suas estregas têm etapas do processo bem definidas?

Como você analisa a experiência do cliente no seu negócio? Faz NPS?

Outro ponto importante na Gestão da Operação é a Gestão Financeira, muitos negócios não fazem o básico bem feito na gestão financeira, ou seja, se você quer começar a organizar o seu negócio, entenda que muitas coisas podem ser feitas neste pilar.

O desenvolvimento das habilidades em Gestão no Tempo e Gestão Financeira podem contribuir e muito também neste ponto.

Aqui na Borelli Academy falamos com os nossos clientes que fazem parte do Marketing Hunt sobre este assunto apenas quando estão no nível de Gestores, pois é necessário que o Pilar 2 esteja em ordem para que possam melhorar ainda mais o pilar 1.

Negócios não são lineares, mas quando você desenvolve a visão macro da qual ensinamos, fica mais fácil enxergar e aplicar no seu negócio.

Aqui na Borelli Academy orientamos nossos clientes a terem um Diagrama da sua Gestão da Operação. Assim, fluem no processo passando por cada etapa com profundidade, mas com otimização.

 

Sobre sair do operacional

Se você é o(a) empreendedor(a) individual, entenda que o seu foco é organizar e otimizar o seu processo para aumentar a sua performance tanto pessoal quanto empresarial e isso é o que ajuda você lidar com o operacional, mas devemos lembrar que dependendo da dua solução alguns empreendedores estão 20%, 30%, 50%, 70% ou 95% envolvidos com a sua operação, ou seja, quanto mais a sua operação precisa da sua mão de obra mais distante de sair do operacional você fica, isso porque muitas vezes quem está mais envolvido com a operação é o especialista, mas se o que você faz, apesar da sua especialidade puder ser otimizado, com terceira você consegue se preparar melhor para sair do operacional. De qualquer forma, passando o bastão ou não para sair do operacional, não devemos esquecer que é uma parte essencial dos negócios, afinal é na operação que a energia fluí, tudo o que acontece nos outros pilares, volta para a operação, pois é lá que está a turbina que faz o negócio girar.

 

Suellen Borelli – CEO, Mentora e Palestrante na Borelli Academy

 

Deixe um comentário

Cadastre-se agora!

Se inscreva em nossa NewsLetter

Fique atualizado(a) e por dentro de tudo o que acontece nos negócios

Outras postagens

Circuito das Habilidades (Skills)

Estamos na Era da Inteligência Artificial, mas precisamos nos lembrar que temos a nossa Inteligência Natural a ser moldada.  Mas, para moldar a nossa Inteligência

Empreendedorismo na Maturidade

‘Corpo não é o mesmo, mas a mente nunca definha’   Segundo o levantamento feito pelo Sebrae, a partir dos dados da Pesquisa Nacional por

Borelli Academy

Tem alguma dúvida? Fale com a gente.

Abrir bate-papo
Sobre o artigo Gestão da Operação