Search
Close this search box.

Empreendedorismo na Maturidade

Compartilhe este post

‘Corpo não é o mesmo, mas a mente nunca definha’

 

Segundo o levantamento feito pelo Sebrae, a partir dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra por Domicílios Contínua (PNADC) do IBGE de 2021, 7,3% do total de empreendedores do país possuem mais de 65 anos. São 1,9 milhão de donos de pequenos negócios com mais de 60 anos, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Particularmente tivemos algumas experiências com empreendedores acima de 60 anos e podemos identificar algumas situações das quais podemos compartilhar. Adotarei o nome Dona Maria1, 2 e 3 para as experiências.

 

Dona Maria 1 – fiz um atendimento dela em um programa social onde somos voluntários para dar suporte a empreendedores que estão começando. Ela era aposentada (o que já ajuda demais, pois ter pelo menos um dinheiro para sustentar os custos da vida no dia-a-dia faz diferença). Se sentia perdida e estava sem confiança para começar. Vi que primeiramente precisava dar um panorama do que era empreender para ela e assim fizemos, depois instruímos ter uma agenda para anotar seus compromissos (quando lidamos com negócios, ainda mais quanto está no começo, lida-se com muitas informações), e seguimos orientando que ela focasse em apenas uma solução (das diversas que ela tinha) para começar ir para o mercado fazer networking e se apresentar (menos é mais, quando se está começando), também orientamos dela fazer um cartão de visitas para facilitar a comunicação com as pessoas em reuniões.

 

Dona Maria 2 – Essa Dona Maria foi uma cliente por um ano e pouco, mas infelizmente não era uma boa aluna e isso eu vejo como um gap gigante, quando decidimos empreender, estamos fazendo escolhas, inclusive para melhorarmos, estava sempre sem tempo, mas nós ofertamos fazer gestão no tempo ou mentoria, sim, ela tinha condições de investir, mas escolher seguir sem novos aprendizados, a vida acontece enquanto os negócios acontecem e, cada acontecimento entorno da sua vida era um obstáculo para se entregar ao processo da qual havia se comprometido com a gente. Das poucas vezes que se envolveu, viu o quanto era bom, o quanto podia ajudar, mas Dona Maria 2 se escondeu atrás do etarismo, disse que já não era tão jovem, uma mulher de negócios caindo na própria status quo. Cancelou o processo, sem ter vivido para desenvolver-se. Escolhas.

 

Dona Maria 3 – Essa Dona Maria 3 conheci em um evento de networking que fizemos, ela teve toda uma jornada como enfermeira, aposentou e decidiu empreender. Com um segmento diferente do qual ela vivia, está se divertindo enquanto empreende.Mas, vai resolvendo as coisas conforme vai descobrindo. Como está descobrindo o próprio mercado e possibilidades de desenvolver a sua criatividade, creio que essa Dona Maria 3 está muito bem, só vejo que se abrir um pouco mais para outros conhecimentos, vai voar. Mas, ela está degustando o processo…

 

Por onde começar?

  • Capital Intelectual – lembre-se que você tem o conhecimento sobre algo e, se não quiser mais trabalhar com isso, escolha um novo aprendizado para seguir.
  • Definir a sua solução – depois que você decide onde quer atual, pensa em que você vai vender para o mercado e, comece a lapidar seu aprendizado sobre essa solução. Que dor, desejo, sonho ou necessidade resolve? Ajuda muito escrever em um papel.
  • Networking – buscar associação comercial da sua cidade, participar de grupos de networking, auxilia você primeiramente ouvir como as pessoas se apresentam em relação aos seus negócios, aí você começa a se soltar, falar e começa a trocar os contatos. 
  • Capacitação (gestão no tempo e gestão financeira) – por favor sem preguiça de aprender. Sugiro aprender Gestão no Tempo e Gestão Financeira, porque essas habilidades são essenciais. E nisso a Borelli Academy pode fornecer, entre em contato.

 

Aspectos Positivos

  • São mais abertos as novidades e podem se arriscar mais inovando;
  • Tem bagagem;
  • Mais tranquilidade para lidar com as coisas;

 

Aspectos a serem melhorados

  • Desejo por conhecimento;
  • Usar o Etarismo como impeditivo;
  • Velocidade em lidar com tecnologias;

 

Grandes nomes que começaram empreender na melhor idade:

 

Henri Nestlé  – Nestlé

Inventou a farinha láctea aos 52 anos

 

Joseph A. Campbell – Sopas Campbell’s

Abriu a primeira fábrica aos 52 anos

 

John Pemberton – Coca-Cola

Inventou o refrigerante aos 55 anos

 

Charles Flint – IBM

Criou o grupo de tecnologia aos 61 anos

 

Harland Sanders – KFC

Vendeu a primeira franquia aos 62 anos

 

Ray Kroc – McDonald’s

Iniciou a rede de fast-food aos 52 anos

 

Série sobre empreendedorismo, relacionamentos, amizade na terceira idade e muito mais

Grace and Frankie (aliás muito engraçada).

Grace And Frankie Season 6

 

Fontes:

https://sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/aproveite-a-experiencia-para-empreender-na-terceira-idade,4a8a8b88ba73e410VgnVCM1000003b74010aRCRD

https://revistapegn.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2018/09/6-empreendedores-que-conquistaram-o-sucesso-apos-os-50-anos.html

https://g1.globo.com/ms/mato-grosso-do-sul/especial-publicitario/sebrae-ms/sebrae-e-meu-proprio-negocio/noticia/2023/02/20/empreendedores-com-mais-de-60-anos-inovam-no-mundo-dos-negocios-com-o-sebrae.ghtml

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-46119846

Deixe um comentário

Cadastre-se agora!

Se inscreva em nossa NewsLetter

Fique atualizado(a) e por dentro de tudo o que acontece nos negócios

Outras postagens

Circuito das Habilidades (Skills)

Estamos na Era da Inteligência Artificial, mas precisamos nos lembrar que temos a nossa Inteligência Natural a ser moldada.  Mas, para moldar a nossa Inteligência

Empreendedorismo na Maturidade

‘Corpo não é o mesmo, mas a mente nunca definha’   Segundo o levantamento feito pelo Sebrae, a partir dos dados da Pesquisa Nacional por

Borelli Academy

Tem alguma dúvida? Fale com a gente.

Abrir bate-papo
Vamos desenvolver suas habilidades?