Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Gerenciamento da Rotina Pessoal e Empresarial

Artigos

Blue Print (PLAN)
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Blue Print (PLAN)

A planta de projetos

O blueprint, ou cópia heliográfica, é um tipo de suporte utilizado em desenho técnico para projetos de arquitetura, engenharia ou design.

O seu nome vem do método de impressão no final do século 19, onde as plantas de construções ou máquinas eram impressas com tinta branca em papel azul ou em papel branco usando uma tinta azul.

Independente da impressão, a ideia está atrelada ao PLANEJAMENTO. Tudo aquilo que você quiser construir ou melhorar, sem um plano você perde de vista para onde está indo.

Esquema de BluePrint no filme: Fome de Poder (mas sem a impressão).

 

Em 1984, foi publicado na famosa revista Harvard Business Review um artigo chamado “Designing Services That Deliver” (em uma tradução livre, “Projetando Serviços Que Entregam”). A autora, G. Lynn Shostack, era vice-presidente do Citibank e propunha uma nova maneira, mais organizada e metódica, de estruturar e olhar para os serviços através de uma ferramenta, o service blueprint. 

Em seu texto, ela utiliza como base para o seu argumento o exemplo de um serviço de lustrar sapatos e, apesar de muito parecido a um fluxograma, o seu modelo carrega um conceito fundamental: o foco nas pessoas que utilizarão o serviço.

 

Os planos de serviço são úteis quando:

Você deseja melhorar sua oferta de serviços. Saber como seu serviço é produzido é essencial para resolver falhas ou pontos problemáticos. 

Você deseja criar um novo serviço que combine pontos de contato digitais e não digitais. As plantas de serviço brilham ao examinar e implementar a entrega de serviços complexos. 

Você perdeu a noção de como o serviço é produzido. Serviços, como produtos, têm linhas de fabricação. Quanto mais tempo o serviço estiver disponível ou maior a organização, mais isolado e opaco o processo de fabricação poderá se tornar.

Quando você deve usar um plano de serviço?

Existem muitos jogadores no serviço. Mesmo o serviço de aparência mais simples geralmente envolve sistemas de TI, pessoas, objetos e parceiros, todos trabalhando para oferecer a experiência do cliente. Um modelo pode ajudar a coordenar essa complexidade.

 Blue Print (PLAN)

Você está projetando um serviço ou produto envolvido na produção de outros serviços. Produtos e serviços geralmente interagem com outros serviços, principalmente se forem b2b. Compreender as interações do seu cliente com os parceiros em todo o serviço pode oferecer suporte a uma experiência mais perfeita - e melhor - do cliente. 

Blue Print (PLAN)

Blue Print no filme: Lendas da Vida

Blue Print (PLAN)

Blue Print nas mãos de engenheiros no filme: Tucker um homem e seu sonho

Você deseja formalizar um serviço de alto toque em um formato de toque mais baixo . Novas tecnologias podem criar oportunidades para fornecer serviços de toque mais alto (e, portanto, mais caros) para públicos mais amplos em formas novas e mais econômicas. Por exemplo, pense no mundo em expansão da educação online. Um modelo revela as considerações essenciais para a implementação de um novo serviço de toque mais baixo.

 

Como fazemos na Borelli Academy?

o Blue Print pode ser utilizado de diversas formas, porém, aqui tentamos padronizar para um processo que é chave nos negócios: Planejamento Estratégico. Então adotamos um pré diagnóstico empresarial + análise no Blue Print para nascer um plano de ação para o cliente.

Quer enxergar como está o seu negócio de verdade? Fale com a gente.

Blue Print (PLAN)

Linkedin

Referências: 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Blue Print (PLAN)

Enviando Comentário Fechar :/